19 de mar de 2013

Adianta?


De que adianta me tocar, sem tua respiração pra ritmar?
De que adianta buscar o prazer, se não estás a me enlouquecer?
A fazer o que sabes de melhor, que é me amar... me equilibrar... me enlouquecer mantendo-me sã?
Quero pele, quero cheiro, testemunhar o despertar, a manhã, nosso devaneio, assim pertinho.. bem colado, desejado... Quero sentir-me tua sem receio... me questiono
Quando chegará o dia derradeiro? Adianta esperar? Você vai voltar?